sexta-feira, 3 de maio de 2013

Tribu di Arteiros

Tribu Di Arteiros

       

Fruto de um grupo de treinamento focado no trabalho do ator coordenado pela diretora Rosmeri Lorenzon, a Tribu di Arteiros nasceu em setembro de 2010, se consolidando como um grupo de teatro e de intervenções artísticas. Formado pelos atores Rosmeri Lorenzon, John Becker, Thaís Backes, Raquel Backes e Juliano Rangel, o grupo, que tem sua sede localizada no município de Morro Reuter/RS, passou a pesquisar e a trabalhar com diversas técnicas circenses, entre elas, perna de pau e com molas, malabarismo, escultura em balão, palhaço e pirofagia.
Além do trabalho de intervenção cênica, a Tribu passou a criar números cênicos que partiam de solicitações para eventos específicos como, por exemplo, feiras do livro, comemorações de páscoa e natal, semanas do meio ambiente, volta às aulas e exposições. Em paralelo a estas atividades, o grupo conta com o projeto chamado Trilha Literária em seu repertório, onde diversos personagens das fábulas infantis ganhavam vida e contavam suas histórias ao público.
Ao participar do projeto Cultura nas Localidades, em Morro Reuter, em 2011, a Tribu estreou seu primeiro espetáculo, Todos Por Uma Coisa Só, que foi inspirado no texto Guerreiros da Bagunça, de Guto Greco. Por meio dele, o grupo trabalhou com quinquilharias e com objetos descartados pela sociedade, sendo o pneu um dos elementos mais usados no espetáculo, com o intuito de torná-los artísticos.
 Já em 2013, o grupo levou ao palco o seu segundo espetáculo, Remotê Controlê, que surgiu a partir de um número cênico com o palhaço Beiço e a personagem boneca, criado em 2010, e do desejo de aprofundamento e pesquisa na linguagem do clown, o que faz com que o grupo estude constantemente o universo clownesco para abastecer e fomentar o trabalho em cena.

Com seus dois espetáculos, a Tribu di Arteiros já circulou por diversos festivais estaduais de teatro, tendo conquistado mais de 60 prêmios, incluindo os de Melhor Espetáculo, Direção, Ator, Atriz, Ator Coadjuvante, Atriz Coadjuvante, Cenário, Figurino, Maquiagem e Caracterização. O grupo também já participou do Festival Nacional de Ipitanga de Teatro, na Bahia, do 3º Encontro Internacional de Palhaços da Coxilha em Santa Maria/UFSM, realizou uma turnê com o SESC pelo projeto Teatro à Mil e representou o Brasil na Muestra Internacional de Teatro de Canelones, no Uruguai.